Sustentabilidade para Todas as Gerações

Tendências / Sustentabilidade
Marko Geber
1272679660
Rebecca Rom-Frank
nov. 13, 2020
Greta Thunberg se tornou o rosto do ativismo pelas mudanças climáticas, o que pode levar a pensar que a sustentabilidade ambiental é mais importante para os consumidores da Geração Z. Contudo, a nossa pesquisa do Visual GPS revelou que a sustentabilidade é importante para os consumidores entre todas as gerações, com as pessoas da terceira idade sendo mais apaixonados pelo tema e a Geração Z, surpreendentemente, a menos interessada. Essas descobertas nos fizeram analisar mais detalhadamente as semelhanças — e diferenças — mais significantes entre as gerações quando se trata de visualizar a sustentabilidade.

Em todo o mundo, todas as quatro gerações que pesquisamos — Geração Z, Geração Y, Geração X e Baby Boomers — mostraram o dobro de probabilidade de responder a visuais que exibem soluções de grande escala, como energia renovável ou reflorestamento, especialmente com um toque humano.
Então, por que não mostrar apenas as energias renováveis o tempo todo? Nossos dados mostram que 81% dos consumidores esperam que as empresas tenham consciência ambiental em todas as suas comunicações visuais — mesmo quando a narrativa visual não está diretamente relacionada ao meio ambiente. Considerando que quase todos (92%) os consumidores estão preocupados com o meio ambiente, as escolhas de estilo de vida sustentável nem sempre serão iguais para todos. As pessoas incorporam escolhas sustentáveis em suas vidas com base em uma série de fatores, e nossa pesquisa mostra que os valores geracionais são um deles.

Baby Boomers 
Enquanto o ícone de painel solar foi bem aceito com todos, o símbolo da reciclagem foi mais aceito entre os Baby Boomers e a Geração X, deixando as gerações mais jovens menos impressionadas. Nossa pesquisa mostra que esse grupo tende a gostar mais de imagens que mostram o impacto direto das questões ambientais nas pessoas, nos animais e na natureza. Elas acreditam mais nas atitudes dos indivíduos, como reciclar e eliminar plásticos descartáveis, em organizações não governamentais e grupos comunitários. Sendo assim, é importante mostrar idosos envolvidos diretamente em projetos ambientais pessoais, como reciclagem, trabalhos voluntários ou uso de produtos reutilizáveis.

Geração X
A Geração X é a mais cética em relação à capacidade de qualquer setor ou empresa de fazer o bem para o meio ambiente, mas também é a geração mais comprometida com o investimento sustentável. Este grupo está atualmente em uma fase da vida em que muitas pessoas têm filhos ou responsabilidades de liderança no trabalho, que mostra que elas estão em uma posição mais favorável para influenciar o futuro da sustentabilidade. Existe uma oportunidade de mostrar a Geração X, tanto em estilo de vida sustentável quanto em imagens de negócios, seja liderando uma equipe de trabalhadores de energia renovável, ensinando uma criança a cuidar do jardim ou protegendo o ambiente de sua própria casa.

Geração Y
A reciclagem pode inspirar as gerações mais velhas, mas nossos dados mostram que os negócios sustentáveis têm maior probabilidade de atingir a geração Y. Um estudo de 2017 do Shelton Group confirma que embora as pessoas da geração Y sejam menos propensas do que idosos a se envolver em pequenos atos, como reciclagem, eles são mais propensos a comprar produtos de empresas e de fazer negócios com quem adota práticas ambientalmente sustentáveis — e, historicamente, eles têm sido os principais impulsionadores de consumo sustentável. Imagens que mostram as pessoas da geração Y como donos de pequenas empresas e clientes sustentáveis refletirão suas escolhas de estilo de vida e podem atrair mais pessoas.

Geração Z
A Geração Z prefere visuais que contam histórias globais associadas ao meio ambiente e que capturam emoções humanas. Elas colocam mais responsabilidade na mídia e acreditam no potencial da tecnologia para ajudar a encorajar práticas sustentáveis. Elas podem não ter tanto poder de compra quanto as outras gerações, mas ainda se veem como influenciadores éticos e catalisadores de mudança. Para capturar esse crescimento demográfico, mostre a gratificação emocional que essa faixa etária tem ao se unir para fazer o que podem pelo meio ambiente.
O Covid‑19 não afastou a sustentabilidade, mas mudou quem mais se preocupa com ele. A pandemia global e a recessão subsequente atingiram as gerações mais jovens de maneira especialmente forte, e um estudo da Deloitte confirma que, embora a sustentabilidade ainda importe muito para as gerações mais jovens, as gerações mais velhas estão atualmente liderando o caminho como consumidores sustentáveis. Na nossa pesquisa de 2019, a Geração Z e a Geração Y foram os mais apaixonados por sustentabilidade, com mais da metade relatando que só compram de marcas ecológicas Nossa pesquisa de 2020 revelou que a situação mudou: agora, os idosos e a Geração X são os mais dedicados e até 10% mais comprometidos em comprar de marcas ecologicamente corretas. Presumindo que a economia vai melhorar depois que a pandemia passar, é importante levar em consideração todas as gerações ao mostrar sustentabilidade.
*Esse artigo foi publicado originalmente em Muse by CLIO, disponível aqui.  
A mudança para uma economia circular