Turismo LGBTQ+

Tendências / Autenticidade
Klaus Vedfelt
857308114
Rachel Brinton Matthews
jun. 4, 2019
De acordo com o Segundo relatório global de turismo LGBTQ+ feito pela UNWTO e IGLTA, a comunidade LGBTQ+ compõem os turistas que viajam com mais frequência, e quando eles viajam eles geralmente têm hábitos de gastar mais do que a média comum. Junte isso com as mudanças sociais e legais para os direitos da comunidade LGBTQ+ que estão acontecendo em muitos países ao redor do mundo no momento, e não é uma surpresa que vemos um aumento em produtos de turismo que são designados especificamente para esse grupo demográfico.

Conhecer as condições sociais e de direitos de um país antes de visitá‑lo é um cuidado a mais que a maioria dos membros da comunidade LGBTQ+ tomam antes de decidir seu destino. A segurança oferecida por empresas de viagem como VACAYA ou Out Asia, através de sua experiência e turismo personalizado, oferece paz e acesso para outras pessoas que compartilham das mesmas opiniões. Seja para participar de um grupo turístico ou uma aventura solitária para completar uma trilha, essas agências reconhecem o conhecimento específico de viagem e necessidades da comunidade e oferecem soluções personalizadas.

E não são apenas empresas turísticas que estão embarcando nessas ofertas; a Kesha Cruise, que oferece turismo extravagante está promovendo ‘passeios estranhos e incríveis’ para membros queer e seus aliados, garantindo muita purpurina e glamour, além de oferecer um ambiente seguro para auto‑expressão.

Os conselhos turísticos também notaram o impacto positivo que o turismo LGBTQ+ pode ter em suas economias. A campanha ‘Ireland says YES to love’ foi lançada apenas um dia antes do referendo histórico a favor do casamento de mesmo gênero, encorajando casais LGBTQ+ a visitar o país e celebrar seu amor. E ano passado, um dos lugares mais famosos do mundo para se dizer "eu aceito" lançou uma campanha LGBTQ+ inclusiva, mostrando Las Vegas como muito mais do que noivas + noivos…e atores vestidos de Elvis Presley.

A fotografia é onipresente – imagens incríveis de praias beijadas pelo sol e ambientes urbanos animados são imperativos para chamar a atenção e aumentar gastos. Isso não é diferente para o turismo LGBTQ+ e talvez seja ainda mais relevante ver que os ‘lugares já visitados’ podem ser indicadores importantes de ambientes seguros, comunidades acolhedoras e experiências inclusivas.
#cabelogrisalho